top of page

Novo ministério cuidará da produção de alimentos para consumo nacional

Pasta será baseada no antigo Ministério do Desenvolvimento Agrário, mas terá outro nome. Primeiro relatório da transição sobre o tema deve sair na próxima terça (29/11)




O deputado federal e ex-ministro Pedro Uczai (PT-SC), que coordena o grupo de trabalho (GT) de Desenvolvimento Agrário da transição, declarou nesta sexta-feira (25/11) que o ministério homônimo será recriado no futuro governo e terá como prioridade a produção de alimentos para o consumo nacional. O Ministério da Agricultura e Agropecuária (Mapa), por outro lado, será focado nas exportações.

A nova, porém, será rebatizada. O primeiro relatório do GT será divulgado na próxima terça (29/11), possivelmente com a definição do nome.


“A ideia é complementar e, de forma paralela, coexistirem o ministério chamado Mapa e um novo ministério, que possa ter o cuidado com o meio ambiente, a produção de alimentos, para cumprir essa missão do presidente Lula de atender essa necessidade de alimento para o povo brasileiro”, declarou Uczai no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, sede do governo de transição.


Segundo o coordenador, a futura pasta englobará instituições como Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).


“Nós estamos estruturando esse novo ministério, não para a gente criar cargos, mas para produzir o que mais precisa e que define a sociedade nesse próximo período. Produzir para diminuir a inflação de alimentos, para diminuir a carestia e enfrentar a fome do povo brasileiro”, explicou Uczai. “Por isso o Mapa tem a grande prioridade, produzir alimento para o mundo, produzir proteína animal. [...] Uma grande tarefa do Mapa é a exportação. A balança comercial”, acrescentou.


O GT de Desenvolvimento Agrário avalia que não há nem 10% do orçamento destinado à produção de alimentos para o mercado interno que havia 10 anos atrás. “Nós tínhamos resolvido o problema da fome. Se o Brasil não tivesse voltado ao mapa da fome, quem sabe constituir um novo ministério nessa área não teria tanta importância” afirmou Uczai.


Questionado se o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já havia confirmado a criação da pasta, Uczai explicou que o objetivo do grupo de trabalho é fazer uma sugestão e avaliação para o futuro chefe do Executivo, a quem cabe a criação de ministérios. “Mas não tem por que não ter esse ministério, e vai ter”, declarou.



Por: Victor Correia

https://www.correiobraziliense.com.br/politica/2022/11/5054525-novo-ministerio-cuidara-da-producao-de-alimentos-para-consumo-nacional.html


2 visualizaciones0 comentarios
bottom of page